facebook picasa

Consultor Digital, com foco em gerar resultados. Especialista em Marketing Digital e Vendas Online. A minha missão é ajudar empresas descobrirem todo seu potencial através de estratégias e ferramentas digitais.

Facebook marketing B2B – 5 erros que as empresas cometem

Facebook marketing B2B - 5 erros que as empresas cometem

Apesar de o LinkedIn ser a plataforma preferida para o relacionamento B2B nas redes sociais, o Facebook pode ser o diferencial para o sucesso do marketing da sua empresa, se for trabalhado corretamente.

No B2B é importante perceber a forma que os seus objetivos se alinham (ou não) com as funcionalidades da plataforma escolhida. No caso do Facebook, existem táticas usadas para o B2C que também podem ser aplicadas no B2B.

Erros que as empresas B2B fazem no Facebook marketing

Erro 1. Não usar Públicos Personalizados

Se já tem uma lista de contatos na sua base de dados, porque não fazer bom uso desses leads? Com essa lista, você pode encontrar mais seguidores e compradores ao utilizar os Públicos Personalizados para encontrar segmentos de público-alvo semelhantes ao que está na sua lista.

Os Públicos Personalizados permitem carregar a sua base de dados diretamente para o Facebook. Através do Gerenciador de Anúncios, você pode criar anúncios segmentados e enviá-los para essa base qualificada de e-mails.

O Facebook irá criar uma correspondência entre a sua listagem de emails com as contas de usuários. Como há muitas pessoas que usam os seus endereços de email pessoal em contas de redes sociais e compras online (em sites), é bem possível que usem o mesmo e-mail no Facebook.

Você ainda pode alcançar novos clientes criando um Público Semelhante ao seu Público Personalizado. Isto é uma boa forma de encontrar mais pessoas com interesses parecidos com dos seus clientes atuais.

Nem todos estão interessados no seu produto ou serviço, principalmente quando se trata de B2B, portanto evite direcionar os seus anúncios (e a sua segmentação) para aqueles que não se interessam por sua empresa.

Erro 2. Muitos posts promocionais

Fazer com que as pessoas gostem da sua página é uma coisa, fazer com que elas interajam (com reações, comentários e compartilhamentos) com os seus posts, é outra.

Algumas empresas e profissionais de marketing acham que fazer publicações no Facebook não é tão necessário em B2B, desde que se tenham fãs, mas a verdade é que o seu conteúdo (posts) diz muito sobre a sua empresa.

As suas publicações devem ser interessantes e gerar valor para conseguir engajar os fãs.

Dessa forma você mostra que a sua empresa não se interessa apenas em vender produtos e serviços. Você preocupa-se com os seus clientes e quer educá-los, dando à eles informação de qualidade.

Isto não significa que não possa colocar conteúdo promocional no Facebook, mas você pode usar a regra dos 5–2–1: a cada 5 posts que agreguem valor (artigos blog, infográficos, vídeos, etc), publique 2 posts institucionais, e 1 post com conteúdo promocional de vendas.

Variando os conteúdos desta forma, as pessoas perceberão a sua marca de forma mais humana e estarão mais propensas a interagir com as suas publicações, além de criarem a percepção de que você é diferente da concorrência que enchem a timeline com mensagens de vendas.

Erro 3. Querer vender em vez de gerar leads

Vender é necessário. É isso que paga suas contas no final do mês.

Mas há um problema.

Muitos pensam que o marketing b2b no Facebook, e em outras redes sociais, gira somente ao redor de vendas. Por isso, se não consegue vender, sente que está fazendo algo de errado.

Facebook e outras redes sociais são espaços destinados a criar relacionamentos com clientes e melhorar a percepção da sua marca.

As pessoas estão no Facebook para se distrair, e não para comprar, portanto se o seu objetivo é fazer com que as pessoas comprem os seus produtos através do Facebook, pode ser que esteja investindo demais e tenha pouco retorno sobre isso.

Porém, o Facebook é um dos melhores locais na internet para gerar leads. Ao captar endereços de e-mail, e criar a sua base de dados, você amplia seu alcance para novos clientes.

Quando tiver uma boa lista (permissiva) de e-mails, pode começar a fazer marketing para ela diretamente através do Facebook (Público Personalizado) ou direcionar para campanhas de e-mail marketing.

Quanto mais os leads confiam em você, mais “quentes” eles ficam. Assim, poderá encaminhá-los para o setor comercial e convertê-los de leads para clientes.

Erro 4. Não @mencionar pessoas

Quando você posta em seu perfil no Facebook, costuma mencionar pessoas, marcas ou lugares que visitou? (marcar um nome ou marca com o @ no post) Porquê não fazer o mesmo com os seus posts na sua página de Facebook B2B?

As redes sociais existem para construir diálogos e ligar pessoas e marcas. Mencionar (com @) um especialista ou líder de opinião na sua área, pode traze-lo para a conversa e dar aos seus fãs a oportunidade de interagir com eles, trazendo validação social para sua empresa.

Mencionar os seus seguidores é uma boa forma de interagir e envolver sua comunidade de fãs e fazer com que se sintam reconhecidos pela sua marca. Isto dá aos leitores um incentivo para comentarem as suas, especialmente se souberem que você os responde.

Erro 5. Ignorar estatísticas

No Gerenciador de Anúncios você pode criar os seus anúncios e também ter acesso às estatísticas.

Com esses dados pode avaliar o desempenho nas suas campanhas. Se ignorar estas informações, suas campanhas provavelmente perderão força, e você não saberá o que está funcionando bem ou não.

Se não sabe o que funciona bem ou mal, então não será capaz de melhorar.

Além do relatório de anúncios, o Facebook Insights fornece muitas informações valiosas sobre seu público, o engajamento e sobre seu relacionamento com eles.

Veja os relatórios, organize as suas campanhas e meça o seu desempenho para determinar como está a ser o seu retorno sobre o investimento e corrija os erros para obter melhores resultados através das sua ações no Facebook.

Ok, espero que você tenha gostado das dicas, pois são informações valiosas que irão ajudar a sua empresa a se relacionar melhor com seus clientes e, consequentemente, vender mais. E se você quiser que eu,
pessoalmente, ajude sua empresa, analisando seu site ou suas redes sociais, entre em contato clicando aqui.

Até a próxima!